A mesma história

Quando era jovem eu tinha uma espécie de ocasionário (putz, inventei legal), um caderno onde eu anotava minhas impressões ocasionalmente. Tenho-o guardado, e faz tempo que tenho vontade de voltar a usá-lo. Hoje uso mais a internet e seus cadernos virtuais. Mas com ambos acontece a mesma coisa: sempre que a vida está agitada, eles ficam de lado. Lembro que nele eu escrevia mais quando não tinha namorada. Hoje, casado e com filho(s), e cheio de trabalho, gratia dio, menos ainda.

Sobre Perkins

Brasileiro, Santoandreense, ilustrador. Curto quadrinhos, cinema, livros, internet e fotos. E um espaço onde colocar o que ficava na gaveta.
Esta entrada foi publicada em Sem Categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.