Pitaya à primeira vista.

pitaya
Confesso, comprei porque achei linda. Parecia uma barraca de enfeites no meio do sacolão. O verde e o rosa vibrando feito fantasia de porta-bandeira em pleno carnaval. Pior, não perguntei se estava madura, ou quando estaria. Não sei como abre ou o que se come.
Bom, internet serve para isso. Depois digo se e boa.

Sobre Perkins

Brasileiro, Santoandreense, ilustrador. Curto quadrinhos, cinema, livros, internet e fotos. E um espaço onde colocar o que ficava na gaveta.
Esta entrada foi publicada em Sem Categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>